head-content'/> Girarte Luciana Pitsch Artesanato: Fevereiro 2009

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Suporte para celular

Muito interessante esse suporte para celular. Na hora que a gente quer carregar o nosso celular sempre colocamos ele no chão. O suporte organiza o fio (o fio fica enrolado) e serve de bandeja para o celular.



Amo... Amo pintar... amo fazer arte... amo desenhar...
Sempre gostei de desenhar mas já fazia algum tempo que eu não desenhava. Mas agora comecei a fazer Faculdade de Artes Visuais e estou adorando. Só que agora preciso voltar a desenhar, pegar prática novamente. Mas como amo isso, rapidinho vou estar desenahando com facilidade.
Ai, estarei postando meus desenhos aqui.
"Todas as artes contribuem para a maior de todas as artes, a arte de viver." (Bertold Brecht)

Romero Britto

Romero Britto

Sou apaixonada pelas obras do Romero Britto.
Uma obra com muita simplicidade, refletem características do povo brasileiro e muita alegria. Gosto muito do jeito que ele usa as cores.


domingo, 8 de fevereiro de 2009

Agenda



MATERIAL

Miolo de agenda

Papel holler ou paraná

Folhas de scrap

Reatalhos de E.V.A.

Círculo de papelão

Adesivo transfer

Botão resinado

Cola branca

Dobradeira

Tesoura

Régua

Estilete

Cola quente

Velcro

Pincel chato

Papel Color Plus

Gabarito de números (.....)

lápis

Placa de corte

MODO DE FAZER

Fazer as medidas da capa adicionando 1cm na altura. Para a largura, deixar 0,8cm da lombada entre as capas. Colar a capa no papel para scrap, vincar, colar as bordas e dobrar vincando. Colar com cola quente a capa no EVA, na lombada e no fecho, arredondando a ponta. Colar as folhas de holler ou paraná nas capas, o velcro no botão de resina e adesivo transfer.

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Como pintar latinhas...

Pintura em lata

- Lave e seque bem a lata.
- Lixe levemente, em movimentos circulares, com lixa bem fininha.
- Limpe com um pano seco, retirando bem o pó.
- Passar por toda a lata (dentro e fora) um pano umedecido com vinagre diluído em água.
- Deixar secar bem, ao ar livre, para sair o cheiro.
- Pintar 2 demãos, intercalando secagem, com Metal Primer à base de água. Não deve ficar uma pintura muito grossa.
- É recomendável deixar secar por 5 dias.
- Utilizando pincel largo e macio (ou rolinho de espuma) pintar a parte externa da lata com tinta PVA ou Acrílica na cor escolhida. A tinta não deve estar muito grossa. Passar 2 a 3 demãos, até cobrir bem, sempre intercalando secagem ao ar livre ou com secador frio.
- Fazer uma decoupage ou pintura country.
- Envernizar com Verniz Acrílico.
- Não recomendo pintar a parte interna da lata, principalmente se for utilizar a lata para guardar alimentos.
- Se for colocar alça de arame, fazer os furinhos nas laterais com um prego. Enfeite o arame com lacinhos de palha da costa, fitas, flores de fuxico, carretel pequeno de madeira, rolinhos de madeira, etc...

Xadres sem dificuldades

Xadrez sem dificuldade:

- Pinte a peça de branco. Espere secar e lixe, tirando bem o pó. Talvez precise dar uma segunda demão de base.
- Pinte a caixa da cor desejada (quantas vezes precisar, até cobrir bem).
- Marque o xadrez na largura desejada, com a lapiseira 0.5 para que fique um riscado bem clarinho. (ex: de 2 em 2cm ou mais largo, se assim desejar). Use uma borracha macia para atenuar os riscos pois, depois de pintar, não consegue mais apagar.
- Escolha a cor do xadrez e dilua em água filtrada (1:3), para que na hora em que as listras se cruzarem, fique mais forte, como no tecido. Não dilua demais, para não escorrer.

- Vire a régua ao contrário, (ou seja, a parte numérica para baixo). Alinhe-a encostando a régua um pouquinho abaixo da linha feita à lapis; a régua ficará altinha em relação ao riscado.
- Então, encoste o pincel na régua e arraste a tinta. Assim você não irá tremer e o xadrez ficará retinho e sem borrar. Utilize pincel chato, na largura das listras desejadas.
- Pinte as listas verticais e quando estiverem secas, pinte as horizontais, com a mesma diluição e pincel.
- Entre esse quadriculado de base, você pode fazer outro com pincel chato mais estreito ou pincel liner, utilizando tinta mais escura (também diluída), utilizando o mesmo princípio da régua. (Obs.: às vezes utilizo canetinha permanente e régua para fazer estes traços mais finos entre o xadrez.)
- Não se preocupe, porque a tinta não passa por baixo, só se a tinta estiver muito aguada. Se por acaso, borrar um pouquinho, limpe levemente com um pincel mais firme ou cotonete, levemente umidecidos
- É bom treinar um pouquinho antes de pintar a peça.

* OUTRA DICA: Se for fazer o xadrez à mão livre, use o dedinho como guia e segure a respiração enquanto executa alguma linha ou traço. A mão tem que estar bem leve.

Dicas de Pintura Country

Pespontos: uma das caracteristicas principais desse tipo de pintura é a imitação de costura, retalhos e tecidos em geral. Para isso são feitos pespontos com pincéis liner, que possuem cerdas longas e resultam em traços maiores e mais longos. A caneta permanente também pode ser usada para a obtenção deste efeito. Além de ser uma nova opção para quem está começando a pintar madeira, proporciona maior firmeza para quem não possui habilidades em pinturas.

Tintas:
o estilo country americano se caracteriza pela pintura pastel e pelo aspecto envelhecido. Para obter esse efeito, misture a tinta utilizada com algumas gotas de água. Uma das tintas indicadas neste trabalho é a PVA, um tipo de latex disponível em diversas cores no mercado. É de fácil aplicação, já que é solúvel em água possui uma secagem rápida. Também pode ser aplicada o uso de tintas acrílicas americanas, que possui mais de duzentas cores diferentes. Além disso, o produto é de boa qualidade, dando melhor acabamento ao trabalho.

Verniz:
para dar acabamentos em seus trabalhos, é recomendavél o verniz acrílico, que é o mais indicado por ser a base de água. Além disso, é um produto fácil de ser utilizado, de secagem rápida e possui prelo acessível.

Escova para chuvicos:
o Spatter Brush, mais conhecido com escova para chuviscos. é utilizado para obter efeitos espirrados nos trabalhos. A peça possui uma parte com cerdas, onde a tinta deve ser aplicada com o auxílio de um píncel. Preso ao cabo há um rolo de madeira com uma agulha, que são os responsáveis pelo efeito chuvisco. Mas também da para se obter esse efeito com uma escova de dente. Diluir a tinta em um pouco de água, molhar a escova de dente na tinta diluida e tirar um pouco do excesso com um papel ou um tecido de limpeza e ai espirrar com cuidado na peça.

Listras e xadrez:
para fazer o efeito listrado e xadrez, prefira pincéis longos e retos. Seu tamanho deve variar conforme a largura desejada no efeito. Para melhor resultado em seu trabalho, utilize tinta diluida com gotas de água, obtendo uma certa transparência nas pinceladas.

Pincel redondo:
o pincel redondo é feitos com pêlos de marta e é indicado para pintar detalhes arredondados, como mão, rosto, laços e bolsos. Como é de pêlo macio não deixa marcas de tintas sobre a peça.

Batedor de estencil:
obatedor de estencil possuim modelos internacionais e nacionais. O seu uso pode ser substituído por uma esponja de alta densidade.

Esponja marinha:
Esta esponja pode ser encontrada de vários tamanhos e é preparada especialmente para o uso artesanal. Sua textura é dura e deve ser hidratada antes do uso. Para isso mergulhe-a na água por alguns segundos e remova o excesso apertando-a. Depois de umedecida, a esponja aumenta de tamanho, mas volta ao tamanho natural depois de seca. Este produto só pode ser utilizado, com tintas à base de água e deve ser lavado imediatamente após o uso.

Pincel chanfrado: o pincel chanfrado ou ângular é de pêlo sintético e é utilizado para fazer o efeito sombra na peça. O segredo para obter esse efeito é umdecer o pincel com água e remover o pincel com água e remover o excesso precionando levemente as cerdas sobre um pano. A tinta deve ser colocada na ponta das cerdas em pouca quantidade. Por ser sintético, este tipo de pincel nunca deve ser usado na aplicação de solvente.

Dicas de como usar Carimbos no Artesanato

Dicas:

- Prepare a sua peça como de costume (lixamento e pintura). Para usar o carimbo você precisará montar uma carimbeira simples ou caseira (um azulejo ou um vidro).

- Passe uma leve e fina camada de tinta com o pincel seco no azulejo - a tinta não pode estar aguada.

- Pode ser tinta PVA, Acrilica, Latex, Tecido, etc. Depende do material que você vai carimbar.

- Coloque o carimbo levemente sobre a camada de tinta.

- Aplique no material que você vai estampar.

- Esticar a tinta toda vez que for molhar o carimbo.

Limpeza do carimbo: limpe sempre o seu carimbo, toda vez que acabar de carimbar, em uma toalhinha umedecida (de pia de cozinha), se o carimbo for usado 50 vezes numa peça, 50 vezes limpe na toalhinha, se for feito desse jeito não irá precisar lavar o carimbo na água.

Sugestão: Tente sempre carimbar em cor marrom, ainda mais se o carimbo utilizado tiver que ser trabalhado com pintura. Sempre faça um teste, carimbando antes nima folha de sulfite, para que possa ter o controle de colocar mais ou menos tinta na sua carimbeira. Se for carimbar somente os riscos utiliza a cor final desejada.



-